Análise SWOT

A análise SWOT é uma ferramenta valiosa para analisar rapidamente os vários aspectos do estado atual dos processos de negócio que estão passando por mudanças.

Descrição

SWOT é um acrônimo em inglês para Forças, Fraquezas, Oportunidades e Ameaças. A análise SWOT é um framework para planejamento estratégico, para análise de oportunidade, para análise competitiva e para desenvolvimento de produtos e negócios.

Elementos

Os passos para conduzir uma análise SWOT são os seguintes:

▶ Desenhar uma grade ou matriz.

Descrever a questão ou problema em discussão no topo da grade.

▶ Conduzir uma sessão de brainstorming para completar cada seção da grade. Forças e Fraquezas são fatores internos da organização, da unidade organizacional ou da solução, enquanto Oportunidades e Ameaças são fatores externos.

▷ Forças. Qualquer coisa que o grupo avaliado faça bem. Isso pode incluir pessoal experiente, processos efetivos, sistemas de TI, relacionamento com os clientes ou quaisquer outros fatores internos que levam ao sucesso.

▷ Fraquezas. Aquelas coisas que o grupo avaliado faz de forma pobre, ou simplesmente não fazem. As fraquezas também são internas.

▷ Oportunidades. Fatores externos dos quais o grupo avaliado pode tirar proveito. Pode incluir novos mercados, nova tecnologia, mudanças no mercado competitivo ou outros motivos. As oportunidades existem além do escopo de controle do grupo avaliado; a escolha é se deve, ou não, tirar vantagem da oportunidade, quando identificada.

▷ Ameaças. Fatores externos que podem afetar negativamente o grupo avaliado. Elas podem incluir fatores como a entrada no mercado de um novo competidor, crises econômicas ou outros motivos. As ameaças também estão fora do controle do grupo.

▶ Facilitar a discussão para analisar os resultados. Lembrar que o grupo identificou apenas características potenciais do problema. Análise posterior é necessária para validar as características de fato, confirmadas, de preferência, através de dados.

▶ Uma vez que as características da questão ou do problema foram validadas, o grupo realiza um brainstorm das potenciais soluções para resolver o problema. Uma prática padrão para isso é comparar forças internas e fraquezas com oportunidades externas e ameaças e tentar definir estratégias para cada célula da matriz.

Dica: Está técnica é muito conhecida no mercado e no meio acadêmico, entretanto, ainda não está no ‘sangue’ do Analista de Negócios. Todo analista deveria sempre usar está técnica para ter uma visão macro e micro dos cenários, isto facilita muito  o entendimento de contexto, desafios, ganhos rápidos, aproveitar as oportunidades e fazesr um projeto campeã. Vale a pena instituir como ferramenta básica da análise de negócios.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *