Análise de Causa-Raíz

O propósito da análise de causa-raiz é determinar a fonte implícita de um problema.

Descrição

A análise de causa-raiz é um exame estruturado dos aspectos de uma situação para estabelecer as causas-raízes e efeitos resultantes do problema. Um elemento-chave da análise de causa-raiz é garantir que o pensamento do negócio e processos sejam desafiados. Ou seja, eles ainda fazem sentido e fornecem bom valor para o negócio sob a ótica da realidade atual?

Elementos

Dois métodos de análise mais comumente usados incluem o diagrama espinha de peixe e os cinco “por quês”:

.1 O diagrama espinha de peixe

Um diagrama espinha de peixe (também conhecido como diagrama Ishikawa ou de causa-efeito) é usado para identificar e organizar as causas possíveis de um problema. Essa ferramenta ajuda a dar foco na causa de um problema versus sua solução e organiza as idéias para análise futura. O diagrama serve como um mapa descrevendo os relacionamentos causa-efeito possíveis. Os passos para desenvolver um diagrama de causa-efeito são:

▶ Capturar a questão ou problema em discussão em uma caixa no topo do diagrama.

▶ Desenhar uma linha a partir da caixa ao longo do papel ou quadro branco (formando a espinha dorsal do peixe).

▶ Desenhar linhas diagonais a partir da espinha para representar categorias de causas potenciais do problema. As categorias podem incluir pessoas, processos, ferramentas e políticas.

▶ Desenhar linhas menores para representar causas mais profundas.

▶ Utilizar brainstorming em busca de categorias e causas potenciais do problema e capturá-las sob as categorias apropriadas.

▶ Analisar os resultados. Lembrar que o grupo identificou apenas causas potenciais para o problema. Análise futura é necessária para validar a causa de fato, idealmente baseada em dados.

▶ Utilizar brainstorming em busca de soluções potenciais, uma vez identificada a causa real.

  • .2 Cinco Por Quês*

Os Cinco Por Quês é um processo de pergunta e resposta para explorar a natureza e a causa de um problema. A abordagem dos Cinco Por Quês faz perguntas repetidas
na tentativa de alcançar a causa-raiz do problema. Esta é uma das ferramentas de facilitação mais simples para se utilizar quando os problemas têm um componente
humano de interação. Para usar essa técnica:

▶ Escrever o problema em um flipchart ou quadro branco.

▶ Perguntar: “Por que você pensa que esse problema ocorre?” e capture a ideia abaixo do problema.
▶ Perguntar: “Por quê?” novamente e capture a ideia abaixo da primeira ideia. Continuar com o passo três até estar convencido de que a causa-raiz de fato tenha sido identificada. Isso pode tomar por volta de cinco perguntas – e por isso a técnica é chamada dos “Cinco Por Quês”, pois costuma demandar cinco perguntas para atingir a causa-raiz, não porque a pergunta deva ser feita exatamente cinco vezes.

Os “Cinco Por Quês” podem ser usados isoladamente ou como parte da técnica do diagrama espinha de peixe. Uma vez que todas as ideias sejam capturadas no diagrama, utilizar os “Cinco Por Quês” para aprofundar para as causas-raízes.

DICA: Quantas vezes resolvemos um problema e quando menos esperamos, somos chamados para resolver o mesmo problema novamente? Pois é, é assim mesmo. Bem, uma técnica excelente é busca entender a CAUSA RAIZ do problema e ir na fonte para resolver de forma definitiva. Está técnica também é ótima para fazer uma análise análitica da situação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *